13 dezembro 2016

AVIAÇÃO

AVIAÇÃO

Manterei uma coluna especial falando apenas da aviação, como as novidades sobre as Cias Aereas ou sobre resoluções governamentais, ou ainda normas aeroportuárias. dessa forma segue nossa primeira alteração com relação as normas.

AVIATION

I will keep a special column talking only about aviation, like the news about Airline or government resolutions, or airport regulations. So follows our first change in relation to standards.

Anac anuncia novas regras que podem fazer aéreas cobrar por bagagens
Anac announces new rules that can make airlines charge for baggage

A partir de março de 2017 entram em vigor as novas regras que vão regulamentar o transporte aéreo comercial no país. As mudanças serão anunciadas nesta terça-feira (13), durante reunião da Anac – Agência Nacional de Aviação, que recebeu propostas, tanto das empresas aéreas nacionais, como dos órgãos de defesa do Consumidor. Confira abaixo o que deve ser aprovado.

Bagagens – As companhias aéreas não serão mais obrigadas a despachar gratuitamente as malas em determinados tipos de voos. Nos destinos turísticos as aéreas vão manter a franquia dada aos passageiros com limite de peso. Em caso de extravio de bagagens o prazo para localização pelas aéreas cai de 30 dias para uma semana nos voos domésticos e 14 dias nos internacionais

Cancelamentos – Os passageiros terão direito ao cancelamento das passagens sem custos adicionais, desde que as mesmas sejam solicitadas com mínimo de sete dias de antecedência da data do embarque. Em caso de atrasos superiores a quatro horas ou cancelamento de voos o uso de hotéis só sera obrigatório caso o voo seja no dia seguinte. Caso contrário  os passageiros serão alocados em áreas específicas como salas vips.

Aéreas – O Governo vai reeditar medida provisória que prevê abertura do capital das aéreas ao setor estrangeiro, mudando os atuais 20% de limite para 49%.

Serviços – As empresas aéreas poderão cobrar por serviços prestados a bordo como acontece já em alguns casos, incluindo refeições e lanches.

Beginning in March 2017, the new rules that will regulate commercial air transport in the country come into force. The changes will be announced on Tuesday (13), during a meeting of Anac - Agência Nacional de Aviação, which received proposals from both national airlines and consumer protection agencies. Check below what should be approved.

Luggage - Airlines will no longer be required to dispatch suitcases for free on certain types of flights. In tourist destinations airlines will maintain the franchise given to passengers with weight limit. In the event of lost luggage, the deadline for location by the airlines drops from 30 days to one week on domestic flights and 14 days in international flights

Cancellations - Passengers will be entitled to cancellation of the tickets without additional costs, provided that they are requested at least seven days in advance of the date of shipment. In case of delays exceeding four hours or cancellation of flights, the use of hotels is only mandatory if the flight is the next day. Otherwise passengers will be allocated to specific areas such as VIP rooms.

- The Government will reissue a provisional measure that provides for the opening of the airline's capital to the foreign sector, changing the current 20% limit to 49%.

Services - Airlines may charge for services provided on board as is already the case in some cases, including meals and snacks.


Fonte: Por Luiz Marcos Fernandes em 12/12/16 - 10:59

Nenhum comentário:

Postar um comentário